Os últimos ataques do deputado estadual Walber (PL) aos vereadores de João Pessoa não pegaram bem na Câmara Municipal. O parlamentar bolsonarista tem acusado os vereadores da Capital de receber “jabá” (sic), uma espécie de propina, para se calarem em relação a gestão do prefeito Cícero Lucena (PP).

O líder do governo na Casa de Napoleão Laureano, vereador Bruno Farias (Cidadania), lamentou as publicações de Virgolino nas redes sociais e lançou uma reflexão provocativa.

“Imagine se os vereadores da Capital formulassem o seu juízo de valor acerca da integralidade do deputado com as insinuações que pesam contra ele sobre a sua saída da Secretaria Penitenciária do Estado e do governo de Rio Grande do Norte? Mas não baseamos a nossa opinião em cima de insinuações, porque nós nos damos o respeito”, afirmou Farias.

Já o vereador Millanez Neto (PV) declarou que Walber Virgolino ainda precisa aprender a respeitar as pessoas. “Tenho carinho por Walber, mas a minha historia não condiz de receber jabá (sic) de quem quer que seja, e a Casa, que eu faço parte, não tem essa prática. Acho que o deputado está se confundindo com algum local, e esse local não é a Câmara. Já imaginou se alguém dissesse que Walber recebia jabá (sic) para participar de determinados governos. Os governos que hoje ele ataca, ele já participou, mas eu acredito no caráter de Walber. Ele precisa aprender mais as pessoas”.

Do blog do Maurílio Júnior.

CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES