O Centro Universitário de João Pessoa – Unipê disponibiliza 112 vagas no processo seletivo para a primeira edição de 2017 do Programa Universidade para Todos – ProUni. As vagas são distribuídas para os 23 cursos ofertados pela Instituição, em turnos distintos. As inscrições para o processo começam hoje (31), por meio do site oficial do ProUni, e vão até as 23h59 da próxima sexta-feira (3).

A relação dos documentos do ProUni 2017.1 que deverão ser apresentados no Setor Financeiro pode ser acessada neste link.

Edital e chamadas – O edital do ProUni 2017.1 publicado no Diário Oficial da União pode ser conferido aqui. Clique neste link e confira também o quadro com a quantidade de vagas por curso e por turno do Unipê. O ProUni 2017.1 terá duas chamadas. A primeira será divulgada no dia 6 de fevereiro. A matrícula e a comprovação das informações deverão ser realizadas entre os dias 6 e 13 do mesmo mês.

Já a segunda chamada sairá no dia 20 de fevereiro e a matrícula e a comprovação das informações deverão ser realizadas entre os dias 20 e 24 do mesmo mês. As inscrições para a lista de espera poderão ser feitas entre os dias 7 e 8 de março. O comparecimento dos candidatos para a entrega da documentação referente à lista de espera deverá acontecer entre nos dias 13 e 14 de março.

Quem pode participar no ProUni 2017.1? – Podem participar do processo seletivo estudantes brasileiros que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2016 e que tenham obtido nota mínima de 450 pontos na média do Exame. É necessário, também, não ter zerado a prova de Redação. Para efetuar a inscrição, o candidato deve informar o número de inscrição e a senha no Enem 2016.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já para concorrer às bolsas parciais, o candidato deve comprovar a renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até três salários mínimos.

Pelo disposto no Edital do ProUni, podem se candidatar ao programa estudantes egressos do Ensino Médio das redes pública ou particular (desde que na condição de bolsistas integrais da escola) e que não tenham diploma de curso superior. Ainda podem se inscrever estudantes que cursaram o Ensino Médio parcialmente nas redes pública e privada (na condição de bolsistas integrais).

Pessoas com deficiência também podem se candidatar ao programa. Da mesma forma, professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da Educação Básica, e integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública também têm direito a participar da seleção. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

Via – WSCOM com assessoria