Foto: Reprodução/PM
Foto: Reprodução/PM

Um assassinato brutal foi registrado nesse sábado (15), na zona rural da cidade de Sertãozinho, no Agreste paraibano a 76 km de João Pessoa. Segundo a Polícia Civil, a agricultora Maria Lúcia Delfino, 51 anos foi morta com golpes de facão, enxada, picareta e faca na cabeça e pescoço. O suspeito do crime é o marido dela que foi preso em flagrante.

De acordo com o delegado Ricardo Sena, Seccional da Polícia Civil no Brejo, o esposo da vítima de 38 anos revelou em depoimento que cometeu o crime por suspeitar que Maria Lúcia estaria o traindo.

“Ao mesmo tempo ele falou que ter ouvido vozes. Não se sabe ao certo se o autor do crime apresenta distúrbios mentais. Foi uma multiplicidade de golpes. Ele dilacerou o pescoço da mulher. O que ele encontrou na frente usou para matar a companheira”, falou o delegado

José Martinho Ribeiro foi preso pela Polícia Militar dentro de um matagal. O homem foi levado para a sede da Central de Polícia Civil em Guarabira. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) local.

Portal Correio