Inconformado com a forma como o atual governo da Paraíba tem tratado o Republicanos, um dos maiores partidos do Estado, o deputado federal Ruy Carneiro (PSC) fez questão de manifestar solidariedade e condenou o desprezo com que lideranças da legenda têm sido tratadas pelo governador João Azevêdo, a exemplo de Hugo Motta, presidente do diretório regional do Republicanos, e do presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, entre outros parlamentares de expressão nacional, diversos prefeitos e vereadores.

“O Republicanos será muito bem-vindo à oposição na Paraíba. Mesmo estando em campos opostos até agora, temos mantido uma relação respeitosa com o partido e com seus líderes no Estado. Estamos de braços abertos para dialogar sobre um futuro melhor para a Paraíba”, disse Ruy, durante reuniões de trabalho no interior do Estado.

“A falta de diálogo e de respeito são marcas do governo do PSB. Prova disso é que sequer consegue hoje montar uma chapa majoritária e já perdeu diversos aliados de peso por incompetência política e por não ter obras e ações de peso para mostrar à população”, acrescenta Ruy. “Este governo é marcado pela inércia, pela lentidão. Perdeu o apoio de Veneziano, perdeu Efraim, perdeu a candidatura de Aguinaldo ao Senado, e está prestes a perder uma legenda com o porte do Republicanos, que hoje comanda um dos Poderes do Estado e deverá fazer a maior bancada na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa”, ressalta.

Na avaliação de Ruy, o governo de João Azevêdo há muito tempo não tem o que apresentar de concreto à população paraíbana. “É uma gestão que vive do passado, que vive de papel, assinando ordem de serviço, que não fez o dever de casa em relação à recuperação dos empregos e ao sofrimento da maioria das famílias em todas as regiões”, criticou Ruy.

MaisPB

CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES