Profissionais do Hospital de Trauma de João Pessoa afirmaram em nota distribuída a imprensa, que a quebra dos dois tomógrafos em meio a crise da saída das OSs do hospital pode ter sido provocada.

Segundo eles, o próprio secretário Geraldo Medeiros teria dito em entrevista a emissoras de rádio da Capital, que muitos interesses foram contrariados com o fim desses contratos e que alguns movimentos podem surgir internamente.

Fonte: PBAgora