15974636280003622710000
De um dia para o outro, os consumidores pessoenses foram surpreendidos com mais um aumento no preço da gasolina. Dependendo do local, o reajuste chegou aos R$ 0,76 pelo litro do combustível, como é o caso de um posto que fica no bairro de Mangabeira, na Zona Sul de João Pessoa, onde o litro passou de R$ 3,39, na sexta-feira (25), para R$ 4,15 no sábado (26). O aumento, que é de mais de 22%, revoltou os internautas, que reclamaram da subida de preço sem uma justificativa nem aviso prévio.
Nas reclamações, os internautas classificam o reajuste como um absurdo e abusivo. Além do posto em Mangabeira, existem relatos de que um posto na Via Oeste e outro que fica em frente à Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) também elevaram o preço da gasolina.
Ainda segundo os internautas, outros postos que ficam em outros municípios paraibanos também elevaram os preços e, em alguns, a gasolina sai por R$ 3,80. Em Santa Rita, na Grande João Pessoa, um internauta reclamou que os postos de combustível praticam quatro aumentos de preço em menos de dez dias.
159748,573,80
to: Preço da gasolina praticado na PB foi alvo de reclamações
Créditos: Reprodução/Instagram/Moficorreio

159747,573,80

O Portal Correio tentou contato com o secretário do Procon-JP, Helton Renê, para saber se o órgão recebeu alguma justificativa, por parte dos empresários, para o aumento de preços e, também, sobre possíveis ações de fiscalização para averiguar a validade desse reajuste, mas até o fechamento desta manteria as ligações não foram atendidas.
Já o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), Omar Hamad, contou ao Portal Correio que a Paraíba passa por uma onda de desabastecimento de combustível e a situação é crítica.
“O que está acontecendo é uma falta do produto, houve atraso na entrega, e esse aumento pode ser reflexo disso. A situação é de desabastecimento em todo o Estado e só deve normalizar na terça-feira”, contou Omar Hamad.
Via – Portal Correio