biometria
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador José Aurélio da Cruz, alerta os eleitores para o prazo final da biometria nos 98 municípios que passam pelo processo de cadastramento biométrico obrigatório. Os eleitores devem procurar o cartório eleitoral da sua cidade até esta sexta-feira (18).
O não cumprimento dessa obrigação acarretará no cancelamento do título e nas seguintes sanções legais: impossibilidade de tirar passaporte, CPF, tomar posse em cargo público, fazer empréstimos financeiros, matricular-se em estabelecimento de ensino público, entre outros prejuízos.
Em 2015/2016 mais de 840 mil eleitores foram cadastrados biometricamente até o momento, e poderão ser identificados por meio das digitais no próximo pleito.
O prazo não será prorrogado e o eleitor deve comparecer o quanto antes, evitando as grandes filas que são formadas de última hora. A pretensão do TRE-PB é oferecer o melhor atendimento ao eleitor.
Confira no site do TRE-PB se a sua cidade está passando pelo cadastramento biométrico obrigatório.
Municípios que não passam pela biometria obrigatória tem prazo de alistamento eleitoral e transferência até 4 de maio
Para votar nas eleições municipais de outubro, os cidadãos que ainda não possuem o título eleitoral devem procurar o cartório até o dia 4 de maio. Este também é o último dia para fazer a transferência de local de votação, caso o eleitor tenha mudado de residência.
O interessado em tirar o título pela primeira vez deve procurar o cartório eleitoral responsável por sua região, portando um documento oficial com foto, certificado de quitação com o serviço militar (no caso de homem maior de 18 anos) e comprovante de residência, não inferior há três meses.
Para pedir transferência, o interessado deve se dirigir ao cartório eleitoral mais próximo, levando apenas o documento oficial com foto e o comprovante do novo endereço. O eleitor que estiver com o título cancelado ou suspenso também deve regularizar sua situação, pois, caso contrário, não poderá votar, já que seu nome não constará da folha de votação de sua seção eleitoral.
Fonte: PBVale