Amar não é sofrer

 

Risos de Saudade
Mar de Solidão
Imensa Lua Cheia
Finda à Escuridão
Corpo Arrepiado
Acelera o Coração
Nuvens Passageiras
Em Minha Direção
Cores do Arco-Íris
Do Criador a Perfeição
Amar não é Sofrer
Sofrer é Sentir Dor
Sofre o Coração
Quando Perde
O Grande Amor
E Neste Embalo da Vida
Encontro Você Querida
Soberana Deusa da Harmonia
Meu Amor; Poesia!

 

Poeta Marcelo Avelino de Pontes (Marcelo da Barra)

 

Da Redação/Portal Aracagi