Por Emerson Rodrigues: O Espírito do Natal

0

Eu não sei se você já viu em algum desenho ou filme hollywoodiano a expressão “espírito do Natal”, mas, é muito usado pelos americanos para dizer que o espírito do Natal é amar o próximo, estar com a família e tals…

E realmente faz parte sim. Eu sei que até certos ateus e judeus comemoram o Natal, não no seu significado pleno, mas, pelo menos se reúnem com a família, se reveem, se alegram ao redor da mesa. Isso é muito importante e deveria até ser mais frequente do que esperar a noite do dia 24 de dezembro. Porém, preciso dizer que Natal sem Jesus anda não é Natal. É uma linda noite com a família, é uma linda noite com amigos, é uma noite fazendo alguma caridade… Só que, se não tem Jesus como centro ainda não é Natal.

Faz-se necessário ter essa noção, principalmente entre os cristãos. Ora, Natal com árvore de Natal mas sem presépio, ainda está incompleto. Cheio de pisca-pisca mas sem a estrela de Belém, está com certo vazio. Muita festa, mas, sem Missa, um vazio total.

Aqui numa cidade vizinha, tem Papai Noel, tem árvore de Natal, mas, nunca falta o grande presépio. Muitos shoppings não fazem isso. Sei que shopping acaba virando um estereótipo de Natal, mas, já que muita gente vai passar por lá nesse fim de ano, porque não aproveitar para lembrar o verdadeiro e único sentido do Natal?

Claro, da mesma forma que não adianta termos um presépio em casa, irmos a Missa de Natal, mas não mudarmos, não olhar, amar e ajudar o próximo, da mesma forma não adianta ajudar o próximo, se reunir em família, mas, desprezar Jesus.  Afinal, como já dizia S. Tiago: A fé sem obras é morta.

Parece óbvio, no entanto Natal é Nascimento. De quem? Jesus, nosso Salvador.

Professor com Graduação em Ciências da Computação

Da Redação/Portal Araçagi

Share.

Comments are closed.