O tempo que te esperei

 

Não sei quanto tempo eu perdi
Nem ao menos, se o perdi esperando por ti.
Eu te amo e te amei a cada sol raiar
Em minha vida não fiz outra coisa a não apenas te amar.
Cada dia fiquei te esperando,
Com o coração vestido de saudade e implorando
Que logo voltasse e livrasse-me dessa solidão
Arrancando a tristeza de meu coração.
Imaginei novamente teu corpo junto ao meu
Senti meus lábios encostando, tocando os teus,
E tuas mãos tão delicadas a nos deliciarmos
Com o fogo da paixão, outra vez, ao nos amarmos.

 

Poetisa Antonia Albuquerque

Da Redação/Portal Aracagi