156217,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0O comerciante de 39 anos achado morto em um canavial de Alagoa Nova (Agreste do estado, a 148 km de João Pessoa), nessa segunda-feira (14), teria sido morto após uma briga entre ele e o mandante do assassinato. Dois suspeitos foram presos nessa segunda e nesta terça (15), mas outros dois ainda são procurados pela polícia.

O delegado Henry Fábio disse que o primeiro suspeito, de 19 anos, foi preso na segunda e teria apontado os outros envolvidos no homicídio.

O suspeito de ser o mandante do crime, um homem de 53 anos, preso nesta terça, teria tido um desentendimento com a vítima há mais de um ano, o que acabou provocando uma rixa entre os dois, o que levou à morte do comerciante.

Segundo o delegado, três pessoas foram contratadas pelo suspeito de 53 anos para sequestrar e matar o comerciante por motivo fútil.

A vítima e o filho de quatro anos, que também seria alvo dos suspeitos, foram sequestrados na noite de domingo (13), quando saiam de casa em Matinhas (a 143 km da Capital). A criança escapou da ação.

Os dois presos foram ouvidos e autuados na Delegacia de Esperança, cidade do Agreste, região onde ocorreu o crime.

 

Portal Correio