DLQE-1Uma operação do Comando da Polícia Ambiental culminou na detenção de 58 pessoas, no município de Sapé, que estavam ligadas à prática de rinha de canários. Foram apreendidas 204 aves que eram submetidas aos maus tratos. O flagrante partiu de uma denúncia Comando Integrado de Operações Policiais (Ciop), que acionou a equipe comandada  pelo Major Tibério, do Comando do Batalhão de Polícia Ambiental.
Cada uma das pessoas responderá pelo crime de maus tratos, cuja pena administrativa varia de R$ 500 a R$ 3 mil. Para estes casos, o indivíduo pode cumprir de três meses a um ano de detenção. Além disso, os proprietários de aves vão responder, também, pela prática de ter em cativeiro animal silvestre, que prevê multa de R$ 500 por ave, e cumprir pena que varia de seis meses a um ano de detenção.
Os canários apreendidos serão encaminhados ao Parque Zoo Arruda Câmara (Bica) ou ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), ligado ao Ibama.
Fonte: EXPRESSO PB