IMG_2829Nesta última quarta-feira (27) e quinta-feira (28), aconteceu no Fórum Juiz Orlando Jorge de Sousa em Araçagi o primeiro mutirão do seguro obrigatório contra danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre (DPVAT) da Comarca. 

Segundo a Dra. Barbara Bortoluzzi Emmerich, juíza de direito – diretora do Fórum de Araçagi e coordenadora do Centro de Reconciliação e Mediação de Guarabira-PB, esse tipo de iniciativa é fundamental para agilizar as ações referentes às vítimas de acidentes de trânsito, reduzindo a taxa de constrangimento deste tipo de processo no Judiciário Estadual. Sendo uma iniciativa da própria comarca, a juíza ainda acrescentou que esse foi apenas o primeiro mutirão a ser realizado em Araçagi.

“Os mutirões de conciliação têm se tornado um relevante instrumento para solução das lides. Esta análise se baseia principalmente nos resultados muito positivos, com elevado volume de processos conciliados e que chegam ao seu fim. Ressalte-se ainda que o acordo é bom para ambas as partes, para a comunidade, e para o jurisdicionado de um modo geral”, destacou a magistrada.

Em 10 anos de existência do Fórum de Araçagi, o mutirão foi realizado pela primeira vez e o mesmo coordenado pela própria juíza e teve início em ambos os dias às 08h e com término às 14h, ao todo foram realizadas 59 audiências de conciliação, das quais, no dia 27 foram de 30 processos, e, no dia 28 foram de 29 processos. As perícias foram realizadas sob o comando da Dra. Rosana Bezerra Duarte da Paiva, e, foram feitas no mesmo dia, assim como as audiências e os devidos alvarás também.

Ao todo, foram obtidos 37,28% dos processos com acordo, 62,71% sem acordo. E dos processos sem acordo foram sentenciados 54,05% no mesmo dia. No dia 27 os processos com acordos resultaram num total de R$ 28.883, 24 reais, já os processos sem acordos totalizaram  R$ 32.906,26 reais. Desta forma o total do dia 27 em valores de processos foi R$ 61.789,49 reais.

Já no dia 28 os processos com acordo resultaram em R$ 26.841,36 reais, e, os valores dos processos sem acordos e em sentença somaram R$ 46.912,50 reais. Sendo assim o total do dia 28 foi exatamente R$ 73.753,86 reais. Desta forma o total nos dois dias de mutirão foi exatamente R$ 135.543,35 reais.

“Nossa meta é realizar mutirões de conciliação também em outras áreas e temas, a exemplo dos processos de família, o que ocorrerá possivelmente dentro dos próximos dois meses. Agradecemos o engajamento de todos que participaram deste mutirão, citando aqui as partes, advogados, conciliadores, servidores e estagiários, entre outros, que muito contribuíram para um evento de tanto êxito”, enfatizou Barbara Bortoluzzi.

Da Redação / Portal Araçagi (Com Assessoria)