Outubro Rosa: Dez famosas que enfrentaram e venceram o câncer de mama

0

Patricia-Pillar-Cancer-de-Mama-Outubro-RosaNesta quinta-feira  (01), começa a já tradicional campanha Outubro Rosa, que tem como objetivo alertar mulheres de todo o mundo para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Eu adoraria deixar a página aqui do blog cor-de-rosa, mas eu sou muito burrinho no que diz respeito a assuntos HTMLísticos, então minha colaboração vai em forma de uma lista. Pensei em mostrar famosas que venceram a doença e servem de inspiração para quem hoje luta contra ela. Sei o quanto é difícil pois uma das minhas três irmãs já passou por isso — graças a Deus e ao diagnóstico precoce, ela hoje está muito bem, obrigado.

COSTANZA PASCOLATO
Uma das grandes damas desse país, sinônimo de chiqueza, refinamento… Ok, eu sei que este texto está ficando brega de tanta puxação de saco, mas ela merece. Enfim, Costanza é mais do que todas as bajulações que recebe: é uma sobrevivente do câncer de mama em dois momentos da vida. Teve num seio em 1991, e no outro, em 2013. “Faço os exames preventivos religiosamente, a cada seis meses. Depois da operação, você tem que pensar como vai sair dessa, porque a vida é um privilégio e você tem que cuidar dela”, afirmou, em depoimento ao portal FFW. “Eu diria às mulheres que estão em tratamento para cultivarem a autoestima, gostarem e cuidarem de si mesmas.”

ELBA RAMALHO – A história da cantora, que teve a doença em 2010, é um exemplo da importância de se diagnosticar cedo a doença. Como foi bem no começo, a recuperação se deu quase em tempo recorde: catorze dias depois de retirado o nódulo (“tinha o tamanho de um caroço de feijão”, disse ela), Elba já estava nos palcos.

CHRISTINA APPLEGATE – Uma das mais engraçadas atrizes de sua geração, Applegate fez longa carreira em séries e filmes cômicos — você deve se lembrar dela como a Kelly, de ‘Married With Children’, ou como Amy, a irmã da Rachel Green, em ‘Friends’. Descobriu que tinha câncer em um dos seios, porém optou pela mastectomia dupla.

JOYCE PASCOWITCH – A entrevista que a jornalista e empresária concedeu à revista ‘Veja’ em 2008, é das mais corajosas já publicadas na seção ‘Páginas Amarelas’. Na conversa, ela contou pela primeira vez em público sobre o nódulo que apareceu no seio, a cirurgia de retirada, plásticas que fez para deixar as mamas iguais e como foi encarar a quimioterapia e radioterapia. Cinco anos mais tarde, no programa ‘Esquenta’, ela contou que só quando começou a falar a palavra “câncer” é que percebeu que havia superado a doença.

A eterna Sandy, do filme ‘Grease – Nos Tempos da Brilhantina’, descobriu a doença em 1992. Passou por cirurgia e quimioterapia. Após o susto, optou pela postura de muitas celebridades: alertar publicamente o máximo de pessoas possível.

JOANA FOMM – Atriz que deu vida a vilãs inesquecíveis como a Perpétua, de ‘Tieta’, Joana passou cinco anos longe das novelas (e a gente sentiu muito sua falta, cabe dizer!) para se tratar do câncer descoberto em 2007. “Nunca fiz quimioterapia, apenas tomei um remédio durante cinco anos, mas tive que fazer mastectomia e foi um bode porque fiquei sem seio, mas já estou consertando”, declarou à revista ‘Época’.intermission Outubro Rosa: Dez famosas que enfrentaram e venceram o câncer de mamaANTONIA FRERING – Presença ilustre nas colunas sociais cariocas (ela é filha da nave mãe das socialites, Carmen Mayrink Veiga), Antonia é conhecida do público também por sua carreira de atriz. Apareceu em rede nacional quando ainda se recuperava, na novela ‘Salva Jorge’. Passou por mastectomia e quimio. “Fiquei careca mesmo, caiu tudo na segunda sessão de quimioterapia. Aí, fui com minha filha raspar. Ela foi minha fiel escudeira. Não contei para ninguém mais, porque queria passar por isso com dignidade e discrição”.

CARLY SIMON – Apenas a cantora das melhores músicas dos anos 70 e 80 (‘You’re So Vain’, ‘My Romance’, ‘Coming Around Again’, por exemplo). Sério, é muito amor! Carly foi diagnosticada em 1997, quando fez mastectomia, e passou por quimioterapia e plásticas nas mamas no ano seguinte.

GIULIANA RANCIC – Uma das caras do canal E! em todo tapete vermelho, a apresentadora soube do câncer em 2011, quando fazia exames para uma fertilização in-vitro. Fez cirurgia para retirar os tumores, radioterapia e mais tarde mastectomia dupla.

PATRICIA PILLAR – Lembro como se fosse ontem do dia, em 2002, que uma das mais lindas atrizes que a gente já viu na televisão saiu careca nas revistas de celebridades, falando da luta contra o câncer de mama. Não há como mensurar quantas pessoas foram influenciadas a fazer exames preventivos depois de ver a cena, mas certamente não foram poucas. Sem saber, Pillar deve ter salvo a vida de muita gente. Olha só essa declaração dela: “Esta mensagem deve ser levada à sério e repassada para tantas amigas quanto possível. Pode salvar a vida de alguém. Meu câncer de mama se espalhou e houve metástase para meus ossos, isso depois de receber mega doses de quimioterapia, 28 tratamentos de radioterapia e tomar Tomoxipan. Talvez se eu soubesse dessa doença anteriormente, ela não teria se espalhado”.

Via – R7

Share.

Leave A Reply

*

code