Quando contamos as tristes histórias dos campos de concentração, a exemplo o “mais famoso” Auschwitz estamos cegos ou fingimos não ver o que está ocorrendo em nosso país.

Nosso povo, o mais pobre, o vulnerável, o sem estudo o sem chance de viver – os que apenas sobrevivem, trilham diariamente pra um novo campo de concentração :

são os lixões, onde eles além de competirem entre si pela sobrevivência, competem com urubus, vermes …por resto de alimentos, por produtos “utilizáveis” por um pedaço de esperança.

Olhando bem pra isso tudo fica s questão: pra que existem políticos ? pra que existe a política? por que todos ignoram que a população mais carente, as marginalizadas, as mais pobres estão fazendo a trilha pra um novo campo de concentração ?

Queria muito chamar a atenção com esse texto principalmente das autoridades competentes principalmente aquelas que lutam pra fazer festas luxuosas, onde reerguera o nome da cidade e fará os pobres coitados catarem o lixo dessa festa.

Dra Carla Manhaes – odontologa / ortodontista / protesista / dentista do trabalho/ dentista saúde da família e pensadora

CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES