jadson-conduz-a-bola-em-jogo-do-corinthians-contra-o-gremio-pelo-brasileirao-1441850028682_615x300O Corinthians aguarda para a próxima segunda-feira a formalização do interesse do Tianjin Quanjian-CHN por Jadson.
A proposta oficial do clube dirigido por Vanderlei Luxemburgo, segundo pessoas próximas ao atleta, será entre 5 milhões (R$ 21,3 milhões) e 6 milhões de euros (R$ 25,5 milhões). A direção já considera a saída de Jadson como favas contadas, dado o interesse do jogador em se transferir para o clube da segunda divisão chinesa.
Segundo o contrato que tem validade até agosto de 2016, o Corinthians tem direito a 30% dos direitos econômicos. Os valores restantes pertencem à Mamabru, nome da empresa que tem os sócios Bruno Paiva, Marcelo Robalinho e Marcelo Goldfarb.
A operação para a China, conforme mostrou o UOL Esporte, permitirá a Jadson receber salário quatro vez maior ao que tem hoje no Corinthians. A estimativa de seu estafe é que o salário ficará entre R$ 1,2 milhão a R$ 1,5 milhão. O tempo de acordo ainda está em discussão, mas será de no mínimo duas temporadas.
Aos 32 anos, ele está prestes a jogar novamente com Luís Fabiano, reforço já confirmado pelo Tianjin Songjiang. Juntos, eles foram campeões da Copa Sul-Americana pelo São Paulo. A ideia de Vanderlei Luxemburgo é, além de Luís, ter mais dois brasileiros em campo por sua equipe. Alexandre Pato e Geuvânio são os nomes comentados.
Autor de 13 gols no Brasileirão, Jadson foi também o líder de assistências do torneio. A possível saída dele frustraria os planos de Tite e da direção corintiana, que vê na manutenção do elenco o grande trunfo para 2016.
Via – UOL