O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (3) que meninos de 12 a 13 anos já podem ter acesso a vacina contra o vírus HPV pelo SUS em postos de vacinação em todo o Brasil. A inclusão do grupo, anunciada em outubro de 2016, entra em vigor neste janeiro de 2017.

Além da prevenção à câncer de pênis, garganta, ânus e verrugas genitais, a vacina previne a circulação do vírus entre as mulheres, combatendo câncer de colo do útero e vulva. 

A faixa etária dos meninos que podem receber a vacina será ampliada gradualmente até 2020, quando ela estará disponível para meninos de 9 a 13 anos. 

Outra mudança é que, a partir de 2017, meninas que chegaram aos 14 anos sem a vacina também poderão se vacinar. A vacinação também será estendida a homens que vivem com HIV entre 9 e 26 anos. Antes, só as mulheres com HIV desta faixa etária podiam se vacinar gratuitamente. No caso desse público, o esquema vacinal é de três doses.

Também entra em vigor agora a inclusão da vacina contra meningite C para meninos e meninas de 12 a 13 anos. Até 2020, a vacina deverá estar disponível a crianças de 9 a 13 anos. Hoje, essa imunização é oferecida apenas para crianças aos 3, 5 e 12 meses de idade. A meningite C é o subtipo mais frequente da doença, que é considerada grave e de rápida evolução.

O Brasil é o sétimo país a incluir a vacinação para meninos contra HPV, seguindo os Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá.

Via – ClikPB