img_3107Segundo fonte de Curitiba, o nome do senador Romário Faria (PSB-RJ) aparecerá  no acordo de leniência da Odebrecht.
Ele estaria como um dos beneficiados pelo caixa 2 da  empreiteira, segundo a delação premiada de Marcelo Odebrecht.
Em junho passado, o repórter Felipe Coutinho, da revista “Época”, já publicara a informação sobre o suposto dinheiro (R$ 100 mil) de caixa 2 para o senador que, por meio de sua assessoria, negou ter recebido qualquer quantia da empreiteira e acrescentou que jamais falou com Marcelo Odebrecht.
Segundo a reportagem de Coutinho, o intermediário seria um subordinado de Marcelo Odebrecht, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, que esteve preso pela Operação Lava Jato.
O senador Romário Faria preside a CPI do Futebol, sobre a qual não se ouve mais falar.
Atualização às 18h30:
O senador se manifestou nos termos que seguem.
? Só para esclarecer alguns fatos aqui.
?
Há alguns meses, noticiaram que eu havia sido incluído na Operação Lava Jato, após meu nome ter sido citado em uma troca de mensagens de uma pessoa ligada à Odebrecht. A informação é que teriam doado, a título de caixa 2, R$ 100 mil a minha campanha.
❌ Sem nenhuma novidade, foi novamente veiculada uma nota sobre o assunto hoje.
❗Então, eu vou atualizar as informações aqui para vocês.
‼️ Como não tenho nada a temer, já há um tempo, procurei espontaneamente a Polícia Federal para prestar esclarecimentos. Também entreguei meu sigilo bancário, para comprovar que não recebi nenhum um centavo de dinheiro ilegal durante a minha campanha, assim como meu sigilo telefônico.
Volto a afirmar que não conheço, nem nunca falei com Marcelo Odebrecht ou com seu subordinado Benedicto Barbosa da Silva Júnior.
✔ Todos esses documentos já estão em análise no Supremo Tribunal Federal (STF) e eu aguardo com tranquilidade o final das investigações. Certo de que todas essas tentativas de manchar minha reputação não prosperarão.
NOTA DO BLOG: Reiterada a versão do senador Romário Faria, duas observações:
1. a novidade que o esclarecimento do senador desconhece e a confirmação das informações, publicadas em junho, no acordo de leniência da Odebrecht;
2. quanto à CPI do Futebol, silenciada, o senador Romário Faria não se manifestou.
NOVA ATUALIZAÇÃO ÀS 18h50:
O blog acaba de receber nova mensagem do senador nos seguintes termos:
“Aliás se quiser informação da CPI ou qualquer outra estamos à disposição e tem novidades pode aguardar. Aliás acho que a nota é por conta das nossas próximas ações da CPI”.
Imediatamente, respondi: Estou louco para sabê-las. Pode antecipar?
Via – UOL