Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Além de alcoólatra, a mulher teria, de acordo com a família, problemas neurológicos; ela morava sozinha na casa onde ocorreu o incêndio e ninguém mais se feriu.

Uma mulher de 34 anos morreu após, conforme investigação da Polícia Civil, derrubar um cigarro em um colchão, que pegou fogo e impediu que a vítima, que estaria alcoolizada, pudesse escapar. O fato ocorreu na noite desta sexta-feira (10), no distrito de Lerolândia, em Santa Rita, na Grande João Pessoa.

Segundo a Dra. Soledade, delegada da 6ª Delegacia Distrital de Santa Rita, a mulher, além de alcoólatra, teria, de acordo com a família, problemas neurológicos. Ela morava sozinha na casa onde ocorreu o incêndio e ninguém mais se feriu.

“A família da mulher mora ao lado e, com outros vizinhos, apagou o fogo na casa, mas a vítima já estava morta”, disse a delegada, acrescentando que o Corpo de Bombeiros esteve no local, mas nada pôde fazer.

O local ficou isolado durante as primeiras horas, mas foi liberado ainda na noite desta sexta. O incêndio atingiu apenas o quarto da mulher, segundo Soledade. O corpo foi retirado por agentes do Instituto de Polícia Científica e seria direcionado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal, em João Pessoa.

Fonte: Portal Correio