SAM_8280Moradores da comunidade Barreira de Alagoa Grande impressionaram internautas de todo o Brasil ao revelarem que caçam roedores para complementar a alimentação. Todos os dias crianças e adolescentes saem para as áreas pré-selecionadas a fim de capturarem ratos.

A reportagem do Portal AG1, de Alagoa Grande, registrou um dos “caçadores” exibindo os roedores momentos antes de seguirem para a panela.

Apesar de a maioria dos moradores ter acesso ao programa Bolsa Família, eles afirmam que o dinheiro que recebem nem sempre dá para comprar a “mistura”.

O Portal AG1 também apurou que as famílias não recebem qualquer ajuda da Prefeitura de Alagoa Grande, e não conhecem a Secretária de Desenvolvimento Social do município. Um dos moradores relatou que foi difícil até conseguir um enterro digno para seu filho que não resistiu a situação de miséria vivida pela família e morreu, dois dias depois de nascido.

A nutricionista Patrícia Lima disse que o consumo de roedores é perigoso devido à transmissão de doenças e por também estarem próximos a comunidades sem esgotamento sanitário.

Patrícia explicou que os ratos podem ser vetores de inúmeras doenças e os moradores, quando caçam, podem se infectar dentro de casa quando “limpam” e tratam o rato para comer.

A nutricionista fez o esclarecimento na página da UOL por ocasião de uma matéria na qual os moradores do sertão piauiense comiam ratos para sobreviver.

https://youtu.be/CrrhxGpszeQ

Fonte: Rafael San com AG1