Domingo (3), no FantásticoMaurício Ferraz conversa com Luva de Pedreiro. Em vídeos gravados nas redes sociais, o influenciador acusou o ex-empresário Allan de Jesus de rackear a conta do WhatsApp dele e bloquear o acesso do baiano ao TikTok.

Na entrevista, o jovem baiano disse que ele e o pai não leram o contrato quando assinaram com o antigo empresário, e que Allan de Jesus botou uma espécie de segurança para vigiá-lo na pequena cidade onde morava, Quijingue (BA). Ele ainda conta que o ex-empresário tinha as senhas das redes sociais e controlava tudo. Com isso, estava se sentindo aprisionado. Na entrevista, Luva ainda relatou um episódio em que Allan chegou a pedir para ele mentir para Neymar, um grande ídolo dele.

Entenda o caso

A polêmica começou após o jovem baiano anunciar uma pausa na gravação de vídeos, e fez com que o empresário responsável por sua carreira, Allan de Jesus, viesse a público na última quinta (23) para explicar contratos de publicidade que ainda não foram pagos ao influenciador.

O anúncio de pausa na carreira foi feito por Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, no último domingo (19). Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o jovem baiano se mostrou irritado com as cobranças que vinha sofrendo, o que preocupou os fãs.

Nesta terça, o ex-jogador de futsal Falcão anunciou que vai agenciar a carreira do influenciador. No anúncio da parceria entre Luva de Pedreiro e a BET.12, empresa comandada por Falcão, o ex-jogador disse que todas as decisões sobre contratos serão do baiano e da família dele. “Pois o que é pouco pra um, pode ser muito para outro”, justificou.

 G1

CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES