(Foto: Walla Santos/ClickPB)

Um novo trecho de delação feito pela ex-secretária Livânia Farias trouxe à tona a informação de que Coriolano Coutinho deu um ‘golpe’ em um valor de propina que era destinada ao irmão dele, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). A informação de Livânia faz parte da delação premiada que ela fez ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) no âmbito da Operação Calvário, que investiga um suposto esquema de corrupção e desvio de recursos públicos no Governo do Estado entre os anos de 2011 e 2018, na administração de Ricardo Coutinho.

O trecho da delação foi publicado pelo jornalista Anderson Soares. Segundo Livânia, ela chegou a ser interpelada por Ricardo para que cobrasse de Daniel Gomes o repasse de uma propina que estava atrasada. Em contato com Daniel, Livânia foi informada que Coriolano já havia recebido o dinheiro e não havia avisado ao irmão.

“Eu tive uma reunião e na reunião o governador (Ricardo Coutinho) perguntou a mim se eu sabia onde estava o europeu, que era o nome que ele dava a Daniel (Gomes). Ele me perguntou e eu disse que tinha dito umas conversas, mas não muito agradáveis (com ele). Então ele (Ricardo) me disse para apertar ele (Daniel) e que ele cumprisse o que havia prometido. Quando me encontrei com Daniel disse a ele “o recado que eu tenho para você é que você cumpra o que prometeu”. Ele disse que já tinha feito R$ 2,7 milhões da parte de equipamento. Eu perguntei a quem ele entregava e ele disse que era a Cori”, contou Livânia.

FONTE: fonte83.com.br