cms-image-000398310Dentre as 27 capitais, 24 capitais já confirmaram o horário e o local onde realizarão o ato do dia 13 de Março, Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora, da Petrobrás, da Democracia e Reforma Política, Contra o Retrocesso. Na Paraíba, o ato acontecerá às 15 horas no Cassino da Lagoa, em João Pessoa.

Como deixa muito claro o manifesto (http://www.cut.org.br/noticias/manifesto-dos-movimentos-sociais-sobre-o-dia-13-de-marco-4d30/) assinado por representantes dos movimentos sindical e social, o ato de sexta-feira é em defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras, em defesa da sociedade brasileira.

O presidente da CUT-PB,Paulo Marcelo, acrescenta que “não é um ato nem pro nem contra o governo”.Segundo ele, fazer manifestações para conquistar ou manter direitos, por mais e melhores empregos, por aumentos reais de salários, por saúde e educação de qualidade é uma tradição da CUT e de todo movimento sindical brasileiro.

“Foi assim que conquistamos a política de valorização do salário mínimo, a redemocratização do Brasil, aposentadoria para trabalhadores/as rurais, valorização da agricultura familiar e tantos outros benefícios para a classe trabalhadora”, pontua Paulo Marcelo.

O objetivo da mobilização é fazer frente aos ataques especulativos e políticos que recaem sobre a Petrobrás, reiterar a necessidade de derrubar as MPS 664 e 665, que restringem direitos trabalhistas como seguro-desemprego e auxílio-doença, já em vigor, e para defender a democracia.

“Vamos às ruas no dia 13 para deixar claro que a pauta que venceu as eleições é a que tem de ser implementada. Quem quiser implementar uma pauta conservadora, que espere 2018 e tente vencer as eleições,” argumenta o dirigente.

Mais informações: Paulo Marcelo, presidente da CUT-PB (83)99836056. Confira mobilização nas redes sociais: https://www.facebook.com/events/817607974990498/821830731234889/

Fonte: ASCOM com pbagora