Um jovem residente no Bairro Santa Terezinha, em Guarabira, Rainha do Brejo paraibano, está sendo vítima de uma onda de difamação através de um perfil falso no Instagram, durante os últimos dias.

As postagens feitas por uma pessoa ainda não identificada, na última sexta-feira (26) e na segunda (29) diziam que Luan, 20 anos de idade, estaria oferecendo programas sexuais pelo valor de 20,00 reais e ainda trabalhando como aliciador de mulheres para presidiários.

Diante da pressão psicológica e muito envergonhado, o jovem tentou tirar a própria vida, ingerindo vários medicamentos nesta quarta-feira (01). Luan foi socorrido para o Hospital Regional de Guarabira e segue se recuperando bem.

O caso está causando tanta indignação na população guarabirenses que até uma advogada se ofereceu para prestar assessoria jurídica ao rapaz, gratuitamente. Luan ganha a vida como ajudante no Quiosque do Marcelino, no Centro da cidade e ainda fazendo faxina na casa de algumas amigas dele.

O assunto está sendo tratado como crime cibernético e a polícia deverá instaurar um inquérito para tentar descobrir de onde partiram as calúnias e difamação que atingem o jovem.

Despolis da denúncia feita por Luan, o perfil retirou todas as suas publicações e alterou também a fotos do perfil.

Fonte: Portal Independente