O jogador brasileiro Everton Luiz, que defende o time Sérvio Partizan Belgrado, foi vítima de racismo de torcedores adversários durante partida contra o Rad Belgrado.
A torcida rival gritava “macaco” e fazia barulhos simulando grunhido do animal. Além disso, os torcedores abriram uma faixa insultando Everton. O jogador foi em direção a eles, mas os xingamentos aumentaram. O brasileiro acabou chorando e precisou ser amparado por companheiros de seu time.
“Eu não conseguia segurar as lágrimas porque eu recebi insultos racistas das arquibancadas em 90 minutos. Mas fiquei, sobretudo, chocado com a atitude dos jogadores adversários, em vez de acalmar a situação apoiaram esse tipo de comportamento. Quero esquecer o mais rapidamente possível”, declarou a TV sérvia.
O Partizan Belgrado venceu o jogo por 1 x 0. Após a partida, o clube emitiu nota rechaçando os insultos. “O Partizan Belgrado se sente na obrigação de pedir desculpas por todos os danos provocados pelos gritos racistas”, diz a nota. “Condenamos veementemente os autores desses atos”.
No comunicado, o Partizan também elogia Everton Luiz. “É um dos melhores jogadores da equipe, e no último ano conquistou os corações dos torcedores, sobretudo por seu comportamento e sua atitude”.
Fonte: Polêmica paraíba