No final da tarde deste domingo (23), a Polícia Civil, através do Grupo Tático Especial, em ação conjunta com a Polícia Militar, conseguiu identificar e prender o grupo que assaltou a joalheria Classe A, na manhã de sábado (22), em Guarabira.

O grupo criminoso é da cidade de Santa Rita e as joias, produto do roubo, e dinheiro foram recuperadas. Entre os envolvidos há uma mulher e um travesti.

O acesso às imagens das câmeras de monitoramento das ruas Costa Beiriz, onde fica localizada a loja, e 15 de Novembro, foram fundamentais para que o serviço de inteligência das polícias conseguissem levantar informações sobre os criminosos, que apareceram nas gravações.

O trabalho dos policiais teve início logo após o assalto, quando, através de imagens de câmeras de segurança, foi possível visualizar alguns dos envolvidos e o veículo utilizado por eles, um Celta de cor preta e placa KLD 0933, de João Pessoa. O veículo estava registrado no nome de uma pessoa que reside em João Pessoa e, através dela, foi possível chegar até o casal envolvido. O filho deles de poucos meses de vida, inclusive, esteve dentro do carro durante a prática do crime.

Localizado o casal, os policiais chegaram até os demais envolvidos no assalto e com eles, todos residentes em Santa Rita, foi encontrada parte dos produtos roubados: relógios e aparelhos de telefone celular levados das vítimas, além de dinheiro. A arma utilizada, de acordo com o adolescente, foi vendida por ele logo depois do assalto.

Os envolvidos confessaram a participação e deram detalhes sobre o planejamento e a execução do assalto. Eles foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Guarabira, onde responderão por formação de quadrilha, roubo majorado e corrupção de menores.

Fonte: Portal25horas