Screenshot_2016-01-20-10-01-58-1
O governo federal estuda mudar a Lei Pelé ao incentivar times de futebol a privatizarem suas funções para se tornem empresas de futebol.
A proposta em discussão prevê manter os benefícios fiscais aos clubes que se transformarem em sociedades anônimas. Com a alteração, os times poderiam ter acionistas, o que, em tese, facilitaria a atração de investimentos.
O governo também quer sugerir a proteção aos pequenos clubes, que teriam direito a receber dinheiro quando tiverem um atleta “roubado”, informa o jornal Folha de S. Paulo.
O movimento Bom Senso FC, que agrega jogadores de diversos times pela melhora do esporte, deverá participar das negociações. A iniciativa governamental atravessaria uma decisão do Senado, que pretende criar uma comissão de juristas para revisar a lei esportiva brasileira.
Via – Exame.com