O assassinato do frentista foi filmado pela câmeras de segurança do posto (Foto: WhatSapp)
O assassinato do frentista foi filmado pela câmeras de segurança do posto (Foto: WhatSapp)
Tauã Virgínio de Vasconcelos, 18 anos, não resistiu ao ferimento e morreu no local. Até às 13 h, o corpo do frentista continuava ‘exposto’ entre duas bombas de gasolina.
Um frentista foi assassinado e outro ficou ferido em um posto de revenda combustível  ao lado do cemitério Santa Catarina, no Bairro dos Estados, em João Pessoa. O  crime aconteceu no início da tarde de hoje (5).
O frentista identificado como Tauã Virgínio de Vasconcelos, 18 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Até às 13 h, o corpo da vítima continuava ‘exposto’  entre duas bombas de gasolina. O assassinato do frentista foi filmado pela câmeras de segurança do posto.
Segundo informações da polícia, o crime foi praticado por um motociclista que usava capacete para não ser identificado. Ainda de acordo com informações, o motoqueiro deixou o veículo nas proximidades e se dirigiu ao posto e executou o frentista que não teve chance de defesa . “Não foi assalto ao posto, foi execução”  revelou um sargento da Unidade de Polícia Solidária do bairro de Mandacaru que registrou a ocorrência.
Mesmo caído, o frentista ainda recebeu um tiro de ‘misericórdia’ na cabeça.
O outro frentista baleado na perna, mas passa bem.
O acusado fugiu.
Fonte: Click PB