93758_ext_arquivoA Sexta-feira Santa (03) e o Sábado de Aleluia (04) deste ano já são considerados violentos devido ao número de homicídios e tentativas de assassinato registrados nas últimas 24 horas.

Somente no dia de ontem, 10 pessoas foram mortas em cidades como João Pessoa, Bayeux, Patos, Paulista e São Bento.

Enquanto que nas primeiras horas deste sábado, cinco pessoas já morreram em meio a atos de violência. Confira os detalhes abaixo e no Caso de Polícia, ao meio-dia, com Abrantes Júnior, na TV Tambaú.

Manhã de sexta-feira

Homicídio em Jaguaribe

Um homem foi assassinado na Rua João Lira, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, no início da manhã desta Sexta-feira Santa (03). Edson Barbosa Guedes, também conhecido como Cebolinha, foi baleado na região do tórax e caiu morto em uma calçada encostado na parede. Segundo informações, ele era usuário de drogas.

O autor do crime e a motivação ainda são desconhecidos.

Tarde de sexta-feira

Homicídio em Patos

Um adolescente de 16 anos foi morto na Praça da Liberdade, em Patos, no Sertão paraibano. A vítima foi abordada por dois homens que estavam em uma moto e atiraram contra ele. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o jovem já estava morto. O motivo e os autores ainda são desconhecidos.

Homicídio em São Bento

Em São Bento, ainda no Sertão paraibano, um homem morreu após ser golpeado com uma foice.

Homicídio em Paulista

Um jovem foi morto por volta das 16h30 dessa Sexta-feira Santa (03) na Zona Rural de Paulista, interior do Estado. Ele teria se envolvido em uma briga de bar. A suspeita é de que o acusado tentou obrigá-lo a ligar o som do carro. Como ele recusou-se, foi assassinado. A vítima foi identificada como Marcelo Lucena de Farias, de 27 anos. O suspeito de ser o autor do crime foi preso momentos depois e foi identificado como José Justino dos Santos Filho, de 36. Ele portava um revólver e cinco munições.

Noite de sexta-feira

Homicídio no Conde

Um casal foi assassinado no município do Conde, o Litoral Sul do Estado, por volta das 23h. O agricultor, de 18 anos, e a esposa, de 20, foram mortos dentro de casa quando a residência foi arrombada e homens atiraram contra eles. A motivação e autoria do crime ainda não foram reveladas. Os dois não tinham antecedentes criminais. O local do homicídio é conhecido como Mata de Chica.

Homicídio em Cruz das Armas

Dois homens foram baleados em Cruz das Armas. Um deles, de 36 anos, morreu ainda no local do crime. Já o outro atingido pelos tiros, de 33 anos, foi socorrido para o Hospital de Trauma da Capital.

Homicídio em Bayeux

Um morador da cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, foi assassinado em Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa. José Carlos da Silva, de 30 anos, estava chegando na casa dos parentes quando foi atingido por disparos efetuados por dois suspeitos em uma moto. Os autores do crime ainda não foram identificados, assim como a causa do homicídio ainda não foi esclarecida. Ele vendia CD’s em Natal, onde morava.

Homicídio em Sapé

Um idoso foi assassinado na Comunidade Várzea do Rato, em Sapé. O homicídio aconteceu próximo à residência da vítima, identificada como José Severino da Silva, de 62 anos. Segundo informações da polícia, um homem a pé pode ter praticado o crime. Ainda de acordo com dados policiais, o alvo poderia ser o filho da companheira do idoso, que não foi encontrado no local.

Homicídio no Treze de Maio

No bairro Treze de Maio, na Capital, um agente penitenciário foi morto a tiros. José Marcelino Mota do Nascimento foi atingido por seis disparos e socorrido ao Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Informações dão conta que a casa da vítima foi invadida.

Saldo do Sábado de Aleluia

Outras cinco mortes foram registradas na madrugada deste sábado. Somente em Baía da Traição foram três vítimas de homicídio. Os outros dois casos foram em Campina Grande e no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

Fonte: Com colaboração de Renata Nunes, TV Tambaú / Portal Tambaú 247