157307,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0

Uma mulher de 33 anos foi detida dentro de um hospital público da cidade de Umbuzeiro, a 147 km de João Pessoa, quando examinava uma criança. Ela estava atuando como enfermeira há mais de um ano sem ter diploma na área. O flagrante aconteceu nesta quinta-feira (15). A suposta enfermeira já tinha sido condenada por uso de documentos falsos. Entre 2012 e 2015, esse é o décimo caso de exercício ilegal da enfermagem na Paraíba.

As investigações do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB) apontam que a mulher além de trabalhar no hospital também prestava serviço no Samu de Umbuzeiro e uma Unidade de Saúde da Família (USF) da cidade de Natuba, vizinha a Umbuzeiro.

“A falsa enfermeira já estava sendo investigada após denúncia anônima, mas o caso se agravou quando um secretário de administração de Natuba nos procurou para saber se a mulher tinha registro no Coren. Constatamos que ela já tinha sido presa e condenada 2012, depois que apresentou um diploma falso de enfermagem de uma faculdade particular para registro no Coren de Campina Grande”, revelou Ronaldo Miguel, presidente do Coren-PB.

Após a constatação do crime, representantes do Coren foram até o hospital e flagraram a mulher exercendo a função ilegalmente. “Quando chegamos no hospital de Umbuzeiro a senhora estava com uma criança fazendo procedimento. Ela foi detida pela PM e levada para a delegacia de Polícia Civil da cidade. O caso foi comunicado à Polícia Federal, que deverá autuá-la”, disse o presidente.

 

Portal Correio