Vítima-01A polícia investiga uma tentativa de homicídio ocorrida na noite desta sexta-feira (21), em Mamanguape, no Litoral Norte do estado. O fato aconteceu na Rua São João, no centro da cidade. A vítima é um jovem até o momento identificado pelo nome de Alexsandro, alvejado no tórax e em um dos braços. A Polícia Militar foi acionada após dar entrada na emergência do Hospital Regional (HGM). “Ainda não temos pistas do suspeito”, disse um policial.

Segundo informações de uma testemunha, o rapaz estava em casa, quando foi surpreendido por um homem que chegou a pé e, efetuou pelo menos três disparos de arma de fogo.

A vítima foi socorrida por um mototaxista que não foi identificado. Devido à gravidade dos ferimentos, Alexsandro foi encaminhado ao Hospital de Trauma, em João Pessoa.

Conforme a PM, foram encontradas na roupa de Alexsandro, 12 pedras de crack. O material apreendido foi encaminhado para a DPC local que apura o caso.

Pipico-Vasco-Foto-Site-oficial_LANIMA20120420_0043_26A Polícia Militar de Mamanguape registrou três tentativas de homicídios em menos de 24 horas. Os fatos ocorreram na manhã e tarde deste sábado (22) e na madrugada deste Domingo (23).

A primeira ocorrência foi no centro da cidade, às 09h. Dailton Souza da Silva, 39 anos, foi baleado depois de ser perseguido por um homem ainda não identificado. Alvejado, ele entrou em uma loja de móveis para tentar fugir do algoz. Ao perceber que Dailton estava no interior do estabelecimento, o atirador efetuou outro disparo, atingindo uma cliente no braço esquerdo.

O segundo crime foi na Rua do Meio I, por volta das 13h. Luiz da Silva, 26, estava em casa e foi surpreendido por um homem que já chegou atirando. Os tiros acertaram as pernas da vítima que conseguiu esconder-se. O suspeito não foi localizado.

Doze horas depois, Raimundo Virgilio de Moura, 39, foi atingido no tórax, pernas e costas. O fato aconteceu nas proximidades do Mercado Público Municipal. A polícia não tem pistas do acusado.

Em ambos os casos, as vítimas foram socorridas pela polícia e SAMU para o Hospital Regional (HGM), em seguida transferidos para o Trauma, na Capital.

Segundo as autoridades, os crimes têm ligações com acerto de contas e ao tráfico de drogas. A 7ª Delegacia Seccional irá investigar os casos.

Fonte: PB Vale