IMG-20160309-WA0024
A prefeitura Municipal de Araçagi,  através do prefeito constitucional do município,  José Alexandrino Primo, editou portaria nesta última quarta-feira  (09) de Março,  orientando os professores da rede Municipal a iniciarem o ano letivo em um prazo,  segundo a portaria, de 48hs,   caso contrário, os professores sofrerão com o corte do ponto.
A sociedade araçagiense tem presenciado, e no caso dos pais e estudantes,  sentido na pele, um imbróglio entre o poder público municipal e a categoria dos professores do município.
Os professores reivindicam o reajuste do piso nacional dos professores, que em 2016 está em 11,36%. Porém,  tem encontrado resistência por parte do executivo em ajustar esse valor. Após várias reuniões, foi oferecido 8% de forma a ser parcelada. Sobretudo, segundo o executivo,  afirmando categoricamente que o município não tem condições de reajustar os 11, 36% de forma imediata,  devido a problemas financeiro.
Os professores também fizeram questão de informar que a luta não é só pelo Piso, mas por melhores condições para a educação como um todo necessário e que deve ser prioridade no município de Araçagi.
Da Redação/Portal Araçagi