Segundo determinação do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Eike Batista terá 3 dias úteis, a partir do dia em que for notificado, para pagar a fiança no valor de R$ 52 milhões e continuar em prisão domiciliar.

Fernando Martins, advogado de Eike, afirmou que está avaliando quais medidas serão tomadas.

Eike Batista continua em prisão domiciliar como medida cautelar. Além disso, deve manter-se afastado da administração das empresas que possui e não manter contato com investigados pela Operação Lava Jato.

Fonte: Portal Tambaú 247
CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES