dilma-e-obama-defendem-governanca-da-internet-e-citam-evento-em-joao-pessoa.jpg.280x200_q85_cropOs presidentes do Brasil, Dilma Rousseff, e dos EUA, Barack Obama, defenderam nesta terça-feira (30) o entendimento de que a governança da internet deve ser “transparente e inclusiva”.

A declaração é feita após dois anos de relações estremecidas devido à espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA, em inglês) a Dilma.

O Brasil e os EUA compartilham o entendimento de que a governança global da Internet deve ser transparente e inclusiva, assegurando a plena participação dos governos, da sociedade civil, do setor privado e das organizações internacionais, para que a Internet cumpra seu potencial como ferramenta poderosa para o desenvolvimento econômico e social.

Ambos os países reconhecem que a agenda aprovada na conferência NETmundial (São Paulo, abril de 2014) constitui um guia para discussões referentes ao futuro do sistema de governança da Internet.

Ambos os países reafirmam sua aderência ao enfoque multissetorial para a governança da Internet e, neste contexto, reafirmam o compromisso de cooperar para o êxito da X edição do IGF (No Centro de Convenções de João Pessoa, 10 a 13 de novembro de 2015) e para a extensão do mandato da IGF. Da mesma forma, reafirmam o interesse em participar ativamente do processo preparatório da Reunião de Alto Nivel da Assembleia-Geral das Nações Unidas para Revisão de Dez Anos dos Resultados da CMSI, a realizar-se em Nova York, em dezembro de 2015.

O 10º Fórum de Governança da Internet (IGF, na sigla em inglês), agendado para novembro de 2015, em João Pessoa (PB). O evento acontece entre 10 e 13 de novembro, no Centro de Convenções. Durante a realização, a capital paraibana deve receber cerca de três mil pessoas de 130 países, estimam os organizadores. O governador Ricardo Coutinho assinou o protocolo de intenções entre o estado e o Comitê Gestor da Internet. O convênio foi firmado no Palácio da Redenção. Representantes da ONU, do Itamaraty e do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI).

Os países ainda definiram a criação de um grupo de trabalho sobre internet e tecnologias da informação. A intenção é discutir assuntos como prevenção de crimes cibernéticos e segurança nas redes. ESPIONAGEM A governança da internet passou ser uma das principais bandeiras de Dilma na política externa desde que se descobriu a espionagem em 2013.

Fonte: clickpb