Imagem mostro momento que Acauã pousa em João Pessoa transportando o delegado (foto: reprodução WhatsApp)
Imagem mostro momento que Acauã pousa em João Pessoa transportando o delegado (foto: reprodução WhatsApp)

O delegado do Grupo Tático Especial da Policia Civil, Leonardo Marchado, chegou no inicio da noite deste sábado (13),  a João Pessoa e passa por procedimentos cirúrgicos no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. O policial foi baleado na manhã de hoje, na cidade de Uiraúna e de acordo com o hospital, seu estado de saúde é considerado grave.

O diretor do Trauma, Edvan Benevides, contou que o policial civil passou por tomografias de tórax e crânio e verificou-se que ele um dos tiros atingiu o pulmão direito e outro o crânio na parte de trás da cabeça.

“Ele está neste momento no bloco cirúrgico onde duas equipes estão operando, a de neurocirurgia e a de cirurgia tóraxica, e a gente torce é por ele está bem na frequência de cirurgia cardíaca e pressão que ele saia dessa para que a gente possa avaliar sequelas daqui para frente”, disse o médico.

Leornardo chegou a Capital paraibana no helicóptero da Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba. Pela manhã, ele foi socorrido para o Hospital Regional de Cajazeiras, onde teve os primeiros atendimentos após ser ferido.

O policial civil chegou ao Trauma entubado, mas ainda não se sabe o real estado de saúde dele. Pela manhã, quando foi socorrido, as informações davam conta que ele não corria risco de morte.

A Polícia já identificou um dos acusado de atentar contra a vida do delegado,Leonardo Marchado quando diria o seu veículo com a família.

De acordo com alguns informes, trata-se de um comerciante da cidade, que teria discutido com o delegado horas antes do crime.

Imagens de câmeras de segurança de comércios vizinhos teriam registrado o momento da briga e também quando o delegado foi baleado. O motivo da discussão, que culminou com a tentativa de homicídio, ainda é desconhecido.

MaisPB