presossssTrês homens e um adolescente de 17 anos presos acusados de participar de um estupro coletivo contra uma jovem com problemas mentais, de 18, filmaram todo o crime. Há cerca de 20 dias, as imagens foram enviadas para o celular do pai da vítima, através do WhatsApp. Na tarde desta terça-feira, o vídeo foi então entregue ao delegado Felipe Curi, titular da 27ª DP (Vicente de Carvalho), que identificou e prendeu os suspeitos. A menina, que sofre de transtorno bipolar e esquizofrenia, está desaparecida desde domingo.

De acordo com Curi, o estupro aconteceu na casa de Victor Pereira dos Santos, no Morro do Quitungo, em Brás de Pina, e o responsável pela filmagem foi Widney da Silva Santos. Kelvin Cristóvão de Lima e um menor de idade também foram presos. Já Cleiton Moura de Souza e outro jovem que também teriam participado do crime estão foragidos. Na distrital, os presos prestaram depoimento e admitiram a autoria do crime. Em conjunto com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros, agentes da 27ª DP fazem diligências para encontrar a vítima e prender os foragidos.

Fonte: EXTRA