Dois campeões regionais. Velhos conhecidos da Copa do Nordeste. Equipes em momentos bem parecidos na temporada, com bons números nas competições as quais disputam, mas que suas diretorias acharam por bem trocar de comando.

Esta é a sinopse de Campinense x Sport, o duelo mais equilibrado das quartas de final do Nordestão, marcado para logo mais, às 21h15, no Amigão.

Ontem os visitantes e favoritos Vitória, Santa Cruz e Bahia venceram suas partidas de ida e garantiram folga para a volta, no final de semana.

Hoje o favorito é o Sport, como analisa o capitão raposeiro Glédson.

Porém, como atual vice do regional e campeão da edição 2013, eliminando o Leão da Ilha, inclusive, nas duas campanhas, o Rubro-Negro entra em campo para defender a honra e o respeito que conquistou nas últimas temporadas.

O estreante técnico Ney da Matta, que chegou na terça-feira, vai ser pragmático como pede a ocasião. Após três treinos, incluindo um coletivo de pouco mais de 30 minutos, o novo comandante do Campinense não vai alterar muito a estrutura do time.

Da Matta optou por um esquema com apenas dois volantes, escalando Maranhão no ataque em detrimento do meio-campista Fernando Pires.

A ideia do técnico é adiantar as linhas, porém com o time sempre compactado e rápido na recomposição quando estiver sem bola.

O único desfalque da Raposa é o zagueiro Rafael Jensen, um dos destaques do setor defensivo nos últimos jogos. Ele está com uma lesão na panturrilha direita.

A novidade vai ficar por conta do atacante Reinaldo Alagoano, outro estreante da noite no Campinense.

Sport – Pelo lado leonino a quinta-feira também será de estreia. O técnico Ney Franco, assim como seu xará adversário, assumiu a equipe há dois dias e já vai para a batalha. E vai adotar a mesma estratégia de não mexer muito na estrutura do time, que estará reforçado com as presenças do lateral Mena e do meia Diego Souza.

Arbitragem – Denis da Silva Ribeiro Serafim apita Campinense x Sport. Ele contará com as assistências de Pedro Jorge Santos Araújo e Wagner José da Silva. O trio é da Federação Alagoana. Clizaldo Luiz Maroja, da Paraíba, é o quarto árbitro.

Fonte: Paraibaonline

CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES