g_lago-da-barragem-de-aracagi-fotosaulo-nazion
Lago da Barragem de Araçagi-Foto:Saulo Nazion

Extremamente preocupado sobre o que se remete a questão hídrica em nossa cidade, nesses últimos meses surgiram algumas “pulgas atrás da orelha” sobre o seguinte: Você acredita que neste ritmo acelerado e irresponsável de desperdício do líquido precioso e já um tanto escasso, essa profecia dos 30 anos será cumprida?

Espero que sim, mas acho que não.

O título faz referência a um período em que a natureza era menos agredida e consequentemente mais generosa, quando se fala em chuvas torrenciais.

Ainda sobre o título, o mesmo foi encabeçado em uma matéria do Jornal Correio da Paraíba em 08/07/2002.

Confiram um trecho do texto:

As populações do município de Araçagi e mais oito cidades da região do Brejo já contam com água de qualidade e garantida por mais 30 anos. Sexta-feira passada, o Governo do Estado inaugurou a barragem Araçagi, a segunda maior do Plano das Águas e o quinto maior reservatório da Paraíba. Sua capacidade máxima de acumulação é de 63 milhões de metros cúbicos e esse volume foi atingido, antes mesmo da inauguração. Nessa obra, o Governo do Estado, em parceria com o Governo federal, investiu R$ 13 milhões. A barragem tem 480 metros de cumprimentos.

Construída no rio Mamanguape, a barragem normaliza o abastecimento d’água das cidades de Pilõezinhos, Itapororoca, Cuitegi, Guarabira, Araçagi, Cuité de Mamanguape, Capim, Mamanguape e Rio Tinto, beneficiando 180 mil pessoas. Na mesma região do Brejo, o Governo do Estado tem um projeto para construir outra barragem com capacidade para 150 milhões de metros cúbicos, segundo adiantou o secretário do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e Minerais, Francisco Sarmento. 

A obra faz parte do Plano das Águas, que vem sendo executado pela Secretaria do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e Minerais, com a finalidade de acabar com os problemas provocados pela seca, buscando soluções perenes e estruturais, a exemplo da construção de barragens e adutoras, que vão garantir água de boa qualidade para consumo humano e irrigação.  Correio da Paraíba em 08/07/2002.

Uma obra sem precedentes e de valor social inestimável, se faz necessário que atentemos para o fato de que essa grandiosidade em seus milhões de metros cúbicos armazenados e ofertados pela natureza pode acabar; exemplo é o que não falta e, diga-se de passagem, que, o ser humano é bom nisso.

O exemplo não está longe:

A barragem de Canafístula II secou e deixou sem água os municípios de Bananeiras, Solânea, Cacimba de Dentro, Damião, Araruna, Tacima, Riachão e Dona Inês, no Brejo paraibano, além dos distritos de Barreiros, Logradouro e Cozinha. As cidades têm uma população 113,5 mil e já estavam enfrentando racionamento há quase dois anos.
Matéria datada de 10/04/15, Portal Correio.

Essa é minha bandeira: Economizar é preciso; racionamento já!

Tenho partido do pressuposto que, se não iniciarmos um racionamento a partir de hoje, o amanhã pode ser tarde demais.

Vocês já pararam pra imaginar, quantos milhares de litros de água seriam economizados se o órgão responsável realizasse um planejamento de racionamento em todas as cidades que hoje tem o prazer e a necessidade de usar deste líquido?

Hábitos tem que ser transformados, principalmente para aqueles que, por exemplo: Lavam seu carro como se estivessem regando uma árvore; considero um atentado perante a humanidade.

Porém, acredito que o planejamento tem que ser bem arquitetado e tratado com prioridade para com a população, não daqueles que prometem o reabastecimento às 5 da manhã e chega às 5 da tarde (17:00hs), aí é maltratar nosso povo já um tanto sofrido. Além disso, que seja preestabelecido um prazo para que a população dessas cidades se organizem com seus depósitos e, porque não, que o poder público municipal em parceria com o governo estadual ou federal, dentro da realidade financeira e social que caracteriza cada cidade, realizassem a distribuição de caixas d’águas para as comunidades carentes enfim, são apenas ideias. Entretanto, a título de hoje, façamos o básico e o consciente, assim estaremos praticando cidadania e preparando um futuro menos doloroso para as próximas gerações.

Essa é minha bandeira: Economizar é preciso; racionamento já!

1401281010110

Links para as fontes supracitadas

Fonte: http://notes.abcp.org.br:8080/Producao/clipp/clipp.nsf/59dac160bc7df2ba03256aef00407549/70d35608379ad0d083256bf2005accb4?OpenDocument

Fonte: http://portalcorreio.uol.com.br/noticias/servicos/geral/2015/04/10/NWS,257311,43,417,NOTICIAS,2190-BARRAGEM-SECA-113-MIL-PESSOAS-AGUA-LOCAIS-PARAIBA.aspx

Da Redação/Portal Araçagi