Cinco pessoas são mortas a tiros em poucas horas na Grande João Pessoa

0

tyyDentre os crimes, uma das vítimas é suspeita de assassinar um agente penitenciário; em outro caso, jovem que teria reagido a assalto acaba baleado e morre no Hospital de Trauma.

A Grande João Pessoa registrou muita violência entre o fim da tarde e a noite desta quarta-feira (5). Cinco pessoas foram assassinadas a tiros. Casos ocorreram no bairro de Mandacaru, na Zona Norte; em Tambiá, área central da cidade; Mangabeira e Valentina, na Zona Sul; e no bairro Marcos Moura, no município de Santa Rita.

Mandacaru – 
O jovem morto a tiros em Mandacaru teve também uma faca encravada no pescoço, no fim da tarde desta quarta. Segundo a Polícia Militar, a vítima é suspeita do assassinato de um agente penitenciário.

De acordo com oficiais da Unidade de Polícia Solidária de Mandacaru, o crime ocorreu em uma região de mato. A PM não descarta a possibilidade de acerto de contas como motivação para o fato. Ninguém se apresentou como testemunha do assassinato.

Tambiá – Um jovem de 20 anos sofreu um disparo de arma de fogo no peito. Ele foi socorrido por uma viatura da PM para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, mas faleceu ao dar entrada na unidade. O irmão da vítima relatou à PM que um grupo tentou roubar um cordão de prata da vítima, que acabou reagindo. Oficiais do 1º Batalhão da PM informaram que o fato ocorreu nas proximidades da Festa das Neves, comemorada no Centro de João Pessoa, mas confirmaram que a ocorrência não afetou o evento.

Mangabeira e Valentina – Na Zona Sul de João Pessoa, os dois crimes ocorreram no intervalo de cerca de uma hora. Em Mangabeira, um homem cuja identificação não havia sido divulgada até as 22h40 pela PM foi morto a tiros. No Valentina, outro homem, de 57 anos, também foi vítima de disparos de arma de fogo.

Marcos Moura – Santa Rita – Um homem foi morto em um local conhecido como ‘Praça do CD’. A redação do Portal Correio entrou em contato com agentes da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, mas os profissionais ainda se deslocariam ao local para apurar o caso, às 22h40.

Em todos os casos os corpos das vítimas seriam conduzidos à Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal, no bairro Cristo Redentor, Zona Oeste da Capital.

Via – Portal Correio

Share.

Leave A Reply

*

code