Screenshot_2016-01-30-15-33-26-1As chuvas registradas nas últimas horas com fortes ventos interromperam o fornecimento de energia em diversas cidades do Estado.
De acordo com a Energisa, só em João Pessoa a ventania provocou mais de 800 ocorrências de interrupção no fornecimento. Já em Campina Grande, onde os ventos arrancaram a cobertura do Campinense Clube e derrubou árvores, foram quase 200 registros.
A recomendação é para, em casos como o ocorrido ontem, as  as pessoas devem isolar o local, não se aproximar da fiação e acionar a empresa o mais breve possível.
Confira, na íntegra, a nota da Energisa:
Informação à imprensa
A Energisa informa que, desde a tarde de ontem, 29, trabalha em esquema reforçado para atender cerca de mil de ocorrências registradas no Estado devido à chuva, acompanhada por fortes ventos e granizo. Em João Pessoa, a ventania provocou mais de 800 ocorrências de interrupção no fornecimento. Na região de Campina Grande, foram registradas quase 200 ocorrências causadas pela ventania que derrubou árvores sobre a rede e chegou a arrancar a cobertura de um estádio de futebol. Clientes das cidades de Mamanguape, Itabaiana, Monteiro, Guarabira, Esperança, Patos e Itaporanga também foram afetados totalizando, em todo o estado, cerca de 100 mil unidades consumidoras.
A ventania provocou desabamentos de árvores que atingiram a rede e rompimento de cabos. A Energisa alerta que, se possível, nessas situações, as pessoas devem isolar o local, não se aproximar da fiação e acionar a empresa o mais breve possível. Os contatos podem ser feitos via rede social (facebook) e também pelo aplicativo para celular Energisa On.
O número de equipes no Centro de Operação e em campo foi reforçado e o atendimento acontece sem interrupção. O grande número de ocorrências e a dispersão geográfica da área afetada são as grandes dificuldades enfrentadas no momento. Cerca de 18 mil unidades consumidoras ainda estão com o fornecimento de energia prejudicado.
A Energisa lamenta os transtornos e reforça o seu compromisso de trabalhar de forma intensa para minimizar o desconforto de todos.
Via – MaisPB