acidente

Mariano, da dupla com Munhoz, e Belutti, que divide os palcos com Marcos, foram se despedir do cantor Cristiano Araújo, de 29 anos, e da namorada do sertanejo, Allana Moraes, de 19 anos, que morreram nesta quarta-feira (24) após o grave acidente de carro em uma rodovia de Goiás.

Emocionados, os artistas ficaram próximos ao corpo do amigo no velório, que aconteceu no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, e foi aberta ao público. Amigos, familiares e fãs de Cristiano lotaram o local.

Cantor fez show antes de morrer e teve vídeo postado em rede social

Cristiano voltava de um show em Itumbiara, a 200km de Goiânia, junto com a namorada, o empresário e o motorista em uma Range Rover, quando o carro saiu da pista e capotou na rodovia Transbrasiliana, que fica entre as cidades de Morrinhos e Goiatuba.

Após a capotagem, Allana foi arremessada para fora do automóvel e morreu no local. Cristiano deixou a rodovia com vida, rumo a um hospital próximo, mas não resistiu aos ferimentos. A causa da morte de Cristiano, segundo o IML da cidade, foi por causa de uma hemorragia interna. O segurança Ronaldo Ribeiro, que conduzia o carro, e o empresário Victor Leonardo, também estavam no carro, mas sofreram ferimentos leves e estão hospitalizados, fora do risco de morte.

Famosos lamentaram morte do cantor

Em maio, o cantor esteve no programa “Estrelas”, gravado no Pantanal, e conversou com Angélica. Quando soube da notícia, a apresentadora, que sofreu um acidente aéreo ao voltar da região do Mato Grosso, lamentou a morte do cantor: “Triste”. O último show do artista foi no evento Arraiá das Águas, momentos antes do acidente. Parte da apresentação foi publicada na conta oficial do artista no Facebook.

Assim que soube da notícia, vários famosos como Gusttavo Lima postaram uma mensagem de solidariedade ao companheiro. “Que notícia horrível, que Jesus conforte o coração de todos familiares, estamos todos orando por você… Força Cristiano!!!”, escreveu ainda sem saber da morte do amigo.

Mariano, parceiro de Munhoz, também falou sobre a tragédia. “Confesso que nunca usei cinto de segurança no banco traseiro, mas fica de lição. Todo o Brasil está inconformado porque o Cristiano era um menino ímpar. Estou muito emocionado”. Emocionado, Michel Teló prestou sua última homenagem ao amigo: “Tristeza demais no coração… Tristeza demais… Descanse em paz, companheiro. Deus conforte e de muita força às famílias”.

pure people