Screenshot_2016-01-17-12-42-03-1Esgoto desaguando na praia de Manaíra, João Pessoa/PB (Foto: Reprodução / YouTube)
A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) e Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), aplicou sete autos de infração contra a Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa) que somados ultrapassam os R$ 3 milhões. O órgão estadual está sendo punido pelo derramamento de esgotos entre as praias do Cabo Branco e Manaíra.
As fiscalizações da Semam e Seinfra foram intensificadas com a chegada do verão e tem o objetivo de garantir a qualidade da água das nossas praias e a saúde dos banhistas. No início de janeiro técnicos da prefeitura detctaram derramamento de esgotos dos poços de visita da Cagepa nas praias de João Pessoa, o que gerou sete autos de infração, cada um deles no valor de R$ 452 mil. O esgoto que estoura nas ruas escorre para as galerias pluviais, desaguando no mar.
Em 2014 a Semam recebeu 625 denúncias de esgoto clandestino. Nesta primeira quinzena de 2016 foram recebidas 91 denúncias. As áreas com maior índice dessa ocorrência são os bairros da praia, Mangabeira e Bancários.
O esgoto, quando é lançado nas ruas e se encaminha para as galerias pluviais, pode provocar uma série de doenças como cólera, diarréia, esquistossomose, entre outros, além de contaminar solo, flora, fauna e a água do mar.
A rede de drenagem de águas pluviais dos bairros da orla deságua no mar. A Seinfra realiza a limpeza e manutenção periódicas dessas galerias. Quando é constatada ligação clandestina a Semam é acionada para que os responsáveis sejam autuados. Em João Pessoa existem galerias pluviais na praias do Cabo Branco, Tambaú e Manaíra. As denúncias de esgoto clandestino devem ser encaminhadas para o telefone 3218 9208, da Semam, entre as 7h e as 22h.
Via – PB Vale