Screenshot_2016-05-19-00-57-36-1O Belo repetiu o placar do primeiro jogo, venceu o River por 1 a 0 e garantiu lugar na próxima fase da Copa do Brasil.

Botafogo-PB e River-PI entraram em campo nesta quarta-feira (18) para decidir quem será o adversário do Ceará na terceira fase da Copa do Brasil. Jogando no estádio Almeidão, em João Pessoa, o Belo repetiu o 1 a 0 do primeiro jogo e se garantiu na próxima fase do torneio, além de garantir mais R$ 600 mil de cota de participação.

O PROTESTO

Uma faixa com a frase “Temer Jamais” aberta no meio da torcida do Botafogo-PB chamou a atenção de quem estava no estádio. O protesto de membros da torcida seria contra o processo de impeachment sofrido pela presidente Dilma Rousseff (PT), que levou o vice, Michel Temer, à condição de presidente interino da República por 180 dias.

O JOGO

Os dois times tiveram seus momentos no jogo, que foi pegado durante os 90 minutos e terminou com vários cartões amarelos. No início da segunda etapa, o clube paraibano marcou com Carlinhos e a partir daí foi só administrar o resultado. Esta é a primeira vez que o Belo chega tão longe na Copa do Brasil

Foi necessário apenas 22 segundos para o primeiro lance de grande perigo. Em Chutaço de Muller Fernandes, o Botafogo fez o goleiro do River trabalhar para evitar o primeiro. O Botafogo criava muito, mas não tinha sucesso. O River respondeu aos 17 minutos. Em contra-ataque, Tote cruzou na medida para Eduardo, que não conseguiu acertar a finalização.

Aos 27, novo perigo de River. Esquerdinha cruzou na medida, a defesa botafoguense parou e Eduardo cabeceou livre, mas a bola pegou na cara do goleiro Michel Alves. Jogando com a caixa de ferramentas aberta e muitos cartões, o River passou a conseguir colocar a bola no chão e impediu o domínio que os mandantes vinha tendo.

O Botafogo teve a melhor chance do jogo até então aos 38 minutos. Muller recebeu com o gol aberto, mas não chutou e tentou o domínio e acabou bloqueado pela defesa. Mais um gol perdido pelo Fogão.

O segundo tempo começou movimentado. No primeiro minuto, Dalton teve que trabalhar novamente para impedir gol de Muller. Aos 5, em cobrança de escanteio, o River quase marcou. A bola chegou a raspar a trave depois de bobeada da zaga.

E o gol de fato estava para acontecer. Aos 7 minutos, Carlinhos recebeu livre após uma grande jogada de João Paulo e soltou uma bomba, sem chances para o goleiro Dalton, abrindo o placar para o Botafogo.

O jogo deu uma esfriada e o Botafogo só foi chegar perto do segundo aos 27. Angelo soltou uma bomba, que passou muito perto do gol de Dalton, que ficou apenas torcendo para a bola sair.

O River chegou duas vezes com perigo em sequência. Aos 34, Tote cobrou falta com muito perigo e obrigou Michel Alves a fazer grande defesa e mandar para escanteio. Na cobrança do escanteio, o goleiro falhou feio e Fabinho quase marcou, mas Angelo salvou de cabeça. O Botafogo ainda pôde fechar o placar aos 44. Angelo cruzou na medida para Marcinho, que chegou batendo para grande defesa de Dalton.

Fonte: WSCOM