Foto: Raniery Soares/ Paraíba Press

Finalmente o Botafogo-PB conseguiu voltar a vencer e marcar gols na Série C do Campeonato Brasileiro. Contra o CSA-AL, Dico foi decisivo na vitória botafoguense por 2 a 0, em jogo válido pela terceira rodada do Grupo A. A partida foi realizada no estádio Almeidão, em João Pessoa.

Desde setembro de 2016, quando venceu o Confiança-SE por 2 a 1, o Belo não balançava as redes pela competição nacional, e precisando de uma vitória para melhorar o clima após um começo ruim no torneio, fez seu dever de casa e chegou a quatro pontos na tabela de classificação.

Mais organizado que nos dois primeiros jogos, o time conseguiu se impor durante os 90 minutos contra o líder do Grupo A. Quase sem sofrer riscos, o Belo aproveitou as chances mais claras e conseguiu sair com a vitória.

O primeiro bom momento do jogo foi aos 16 minutos. o Belo trabalhou bem a bola, Cleyton avançou pelo meio e achou Lito na direita. O lateral cruzou para Rafael Oliveira, que apareceu livre na área e deu de peixinho, mas a cabeçada mandou a bola raspando a trave direita do CSA, indo pela linha de fundo.

O Botafogo-PB voltou a chegar bem aos 29, quando Dico recebeu na entrada na área, driblou o zagueiro, entrou na área e bateu de perna esquerda. O goleiro Mota teve dificuldades para fazer a defesa em dois tempos até segurar a bola.

Produzindo pouco no jogo, a equipe alagoana só deu trabalho a Michel Alves pela primeira vez aos 37 minutos de jogo. Após vacilo de Djavan, Marcos Antônio recebeu livre na intermediária e avançou em velocidade. Da entrada da área, o volante bateu de perna esquerda, e o arqueiro do Belo espalmou para afastar o perigo.

Segundo tempo – Já no início da segunda etapa o Belo mostrou que queria quebrar o jejum de quase 600 minutos sem marcar gols pela Série C, e aos 3 minutos Dico recebeu na esquerda, cortou para o meio, e da entrada da área de pé direito. A bola foi no canto direito rasteiro, mas Mota fez a defesa.

E no minuto seguinte, após sobra do escanteio, Marcinho lançou para Rafael Oliveira, que dividiu com o goleiro. A bola sobrou para Dico, que bateu de pé esquerdo. A zaga cortou de carrinho em cima da linha, mas a bola bateu nas costas de Marco Antônio  e, cruzou a linha, e fez 1 a 0 para o Botafogo-PB.

Sem sofrer perigo, o time da estrela vermelha administrava o resultado e tentava atacar quando encontrava espaço. E aos 24 minutos, em uma jogada pela direita, a bola foi cruzada para a área, bateu na mão do zagueiro Thales, o árbitro não marcou, mas a pelota chegou em Dico, que dominou de pé direito e encheu o pé esquerdo para mandar a bola para o gol e marcar o segundo do Belo na partida.

A situação do Botafogo-PB era confortável na partida, mas começou a ficar difícil aos 29 minutos, quando André Santos fez falta em Michel, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mas o Azulão não conseguiu oferecer perigo mesmo jogando com um homem a mais, e o Belo garantiu seu primeiro triunfo nessa edição do torneio.

Com a vitória o Botafogo-PB saiu da lanterna do Grupo e subiu momentaneamente para a quinta colocação. A próxima partida botafoguense será no próximo domingo (04), novamente no Almeidão, quando irá enfrentar o Salgueiro-PE. O CSA-AL segue na liderança, com 6 pontos, e na próxima semana encara o Moto Club-MA.

Ficha técnica

Botafogo-PB 2 x 0 CSA-AL
Campeonato Brasileiro Série C (Grupo A – 3ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: José Cláudio Rocha Filho (SP); Diogo Correia dos Santos (SP) e Luiz Alberto Nogueira (SP)

Gols: Marcos Antônio-contra, Dico (B)
Cartões amarelos: André Santos (B); Celsinho, Marcos Antônio (CSA)
Cartão vermelho: André Santos (B)

Botafogo-PB: Michel Alves, Lito, Plínio, André Santos, Alyson (Jadson); Djavan, Magno, Cleyton (Walber), Marcinho; Dico, Rafael Oliveira. Técnico: Itamar Schulle.

CSA-AL: Mota, Celsinho, Thales, Leandro, Rafinha; Dawhan, Marcos Antônio, Everton Heleno (Caíque), Daniel Costa; Michel, Thiago Potiguar (Vanger). Técnico: Ney da Matta.

No sufoco, Campinense se reabilita contra o Itabaiana na Série D

O Campinense entrou em campo neste domingo, para dar uma satisfação à sua torcida, por conta da derrota na estreia para o modesto Atlético-PE. E, mesmo no sufoco, conseguiu.

A vitória por 1 a 0 sobre o Itabaiana de Sergipe, no Estádio Amigão, colocou o time no páreo na disputa por vaga na próxima fase da Série D do Brasileiro.

Sillas, aos 13 minutos do primeiro tempo, marcou o tento da Raposa, que chegou aos três pontos no Grupo A8 da competição. Para o Itabaiana as coisas ficam complicadas, pois foi a segunda derrota seguida no torneio.

O Fluminense de Feira enfrenta o Atlético-PE na quarta-feira, fechando a rodada da chave. As duas equipes somam três pontos cada. O próximo compromisso do Campinense será domingo, 4 de junho, contra o Flu, no Jóia da Princesa, no interior da Bahia. Já o lanterna Itabaiana pega o Atlético de Pernambuco, em Sergipe.

Na partida deste domingo, no Amigão, o time raposeiro não pode contar com o artilheiro Augusto. Conforme o PARAIBAONLINE antecipou, o atleta foi negociado antes do confronto. O seu destino será o Santa Cruz do Recife, que disputa a Série B do Brasileiro.

Ficha Técnica – Campinense: Glédson, Alex Travassos, Joécio, Rafael Jensen e Sávio (Filipe Ramon); Negretti, Leomir (Fernando Pires), Janeudo e Maranhão (Diego Barboza); Sillas e Reinaldo Alagoano. Técnico: Ailton Silva

Itabaiana: Genivaldo, Alex Murici, Tiago Garça, Hugo e Neto (Daniel Tavares); Zaquel, Daniel, Chapinha e Pedro Pires (Victor Romano); Thomas Anderson (Fábio Gama) e Paulinho Macaíba. Técnico: Betinho.

Árbitro – Diego da Silva Castro (PI)

Assistentes – José Maria Lucena Neto e Kildenn Tadeu (PB)

Gol – Sillas (C), aos 13min do 1º T

Cartão amarelo – Joécio e Alex Travassos (C)

 Fonte: Paraíba Online
CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES