Um cabo do Corpo de Bombeiros da Paraíba foi expulso da corporação, acusado de estuprar uma menina de cinco anos. O crime ocorreu em 2003 e ele foi condenado a oito anos de prisão em regime fechado, mas a publicação sobre a expulsão foi publicada na edição desta terça-feira (27) do Diário Oficial do Estado.

A Portaria no D.O diz que o cabo José Marques Simão estuprou a criança na casa dele, no dia 15 de outubro daquele ano, no bairro do Grotão em João Pessoa. Ele foi preso em flagrante.

Simão foi condenado em primeira instância a 10 anos de reclusão, mas a pena foi reduzida para oito anos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e o, agora, ex-bombeiro, deverá cumpri-la de forma integral.

O documento é assinado pelo coronel Jair Carneiro e diz ainda que Simão teve respeitados os princípios de ampla defesa e do contraditório.

Fonte: Nordeste1