“Até tu, Brutus”? Alguns estudantes araçagienses colaboram para a manutenção do que já está ruim

0

11063154_667200346741204_991170203_n“Crianças” acredito que essa não foi a educação que papai lhe deu. Portanto, não seja mal educada, não faça do ônibus escolar o seu parque de diversões; não rabisque as poltronas; não jogue o lixo no salão do ônibus, lixo esse que foi produzido por você.

Lembrem-se, quem perde com isso somos nós!

Como se já não faltasse os tropeços e atropelos do poder público com relação ao transporte escolar e a Educação em si, alguns “estudantes” teimam em deteriorar ainda mais esse patrimônio público; nosso patrimônio.

Essa é uma reivindicação tão antiga, quanto à ausência de fiscalização por parte da administração e zelo por parte de alguns “estudantes” ou “ignorantes”, desculpe-me, nesta situação essas palavras poderiam até ser sinônimas.

Diante deste cenário de caos e destruição do bem público, esperamos que a administração municipal possa identificar e punir de forma veemente os causadores desses estragos.  Não adianta pedir mudança, se não formos à transformação que nossa sociedade precisa. Que sejamos multiplicadores de cidadãos conscientes de seus direitos e obrigações.

Alguns estudantes demonstraram sua indignação em uma rede social com o seguinte desabafo:

 Bom… Pois é… Deixa eu ver por onde começo.

Essas fotos foram tiradas hoje, Quarta-Feira (11/03/15) dentro do ônibus escolar que leva os alunos de Araçagi a Guarabira no turno noite. Embora as imagens não estejam com qualidade muito boa, dá pra notar o quanto o ônibus está sujo! Imundo seria a palavra mais correta.

Neste ônibus há janelas quebradas, bancos rasgados, mas achando isso pouco ainda temos que conviver com o lixo deixado por outros alunos que utilizam do ônibus nos turnos manhã e tarde. Ora, conviver significa que não é a primeira vez que isso acontece, mas é corrente termos essa cena durante a semana, meses, anos… Quando a sujeira não está no piso do ônibus, ela está nos “porta-cadernos” (ou seja lá como aquilo se chama) que fica por trás dos bancos.

Falta fiscalização da gestão atual para com esses atos de vandalismo (pois rasgar os bancos não pode ser chamado de outra coisa) e falta educação e conscientização dos alunos que espalham lixo pelo ônibus.

Não dá pra falar de impitiman (“tô zuando mesmo”) quando a sujeira parte de nós.

Sem partidarismo deixo aqui minha contribuição social.

Ass: A.C

Confira algumas imagens

11047112_667200400074532_868640086_n

11054570_667200363407869_1912405470_o

11065673_667200443407861_1494905307_o

Da redação – Portal Araçagi

Imagens: A.C

Share.

Leave A Reply

*

code