asaSe a situação de Anderson Silva já era complicada, pode ficar ainda pior. O lutador brasileiro foi flagrado em novo antidoping para substâncias proibidas em testes relacionados ao UFC 183. A informação é do site norte-americano MMA Junkie, um veículo especializado e respeitado na cobertura do MMA.

O novo doping do ex-campeão dos médios do UFC foi revelado ao portal dos Estados Unidos por fontes ligadas à Comissão Atlética de Nevada (NSAC), que optaram por não confirmar a data do novo exame que teria dado positivo. O relatório do caso era esperado para a última terça-feira (10), mas atrasou, o que pode ser mais um indício que a informação é verdadeira. O UFC ainda não se manifestou oficialmente.

De acordo com o Combate.com, as substâncias positivas encontradas na urina de Anderson são de um teste feito no dia do combate contra o norte-americano Nick Diaz na madrugada do dia 1º de fevereiro. O resultado de outro teste surpresa do brasileiro, realizado no dia 19 de janeiro, saiu na última segunda-feira (9) e deu negativo para a substância HGH (hormônio humano de crescimento) encontradas no primeiro teste.

Caso a data e novo doping se confirmem, o brasileiro deve ter sua punição agravada, podendo pegar de nove meses a dois anos de suspensão, além de ter a sua vitória anulada e ainda pagar uma multa.

Parece que Anderson Silva finalmente virá a público para confessar o uso de substâncias proibidas. A informação do colunista Lauro Jardim, da revista Veja, dá conta de que o lutador pretende assumir o doping antes de sair a contraprova do exame surpresa do dia 9 de janeiro, que o flagrou por uso drostanolona e androsterona, a declaração vem sendo trabalhada pelo atleta junto com sua assessoria de imprensa nos últimos dias.

Confira a integra do comunicado de Anderson Silva por meio de sua assessoria de imprensa:

“Gostaria de esclarecer a grande imprensa que ainda não dei nenhum tipo de entrevista, depoimento e nenhuma declaração sobre o caso em questão. As únicas pessoas nas quais eu falei foi com a minha família, meus empresários Marcelo Magalhães, Ed Soares e Jorge Guimarães (Joinha). Fiquem certos de que no momento exato irei me pronunciar e me posicionar. Gostaria de agradecer ao apoio de todos que torcem por mim. Muito obrigado!”.

UFC