img_4804Presidente do Tricolor, porém, diz que meio-campista do Corinthians não está sendo contratado. No Sul, marcador nega acerto, mas não fecha portas para o rival.

Fora dos planos do Corinthians para o próximo ano, Ralf foi oferecido ao São Paulo por empresários nos últimos dias. A diretoria do Tricolor, porém, garante não há nenhum acordo com o jogador. Em entrevista nesta quinta-feira, em Porto Alegre, o marcador assegurou que não está de mudança para o Morumbi, mas também não descartou a negociação.

– Não está vindo. O Osorio ainda está avaliando devidamente o nosso elenco – disse o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar.

Coincidência ou não, Ralf perdeu a vaga de titular no Corinthians antes da partida contra o Grêmio, na última quarta-feira, em Porto Alegre. Depois do treino desta quinta,  ainda na capital gaúcha, o volante minimizou a possibilidade de deixar o Timão, mas não descartou atuar pelo rival.

– Hoje não tem nada certo. O que pode vir amanhã só Deus dirá. Meu empresário e o Corinthians entrarão em acordo. Estou feliz aqui. Não é porque fiquei em um jogo fora que eu não valho mais nada e o Corinthians não gosta mais de mim – afirmou Ralf.

Eu tenho que dar espaço porque o Cristian tem treinado bem. Estou aqui para melhorar. Não tem nada certo
Ralf, sobre a possível saída do Corinthians

A relação entre Corinthians e Ralf ficou mais difícil nos últimos meses. O clube foi condenado a pagar quase R$ 3 milhões aos empresários do jogador. Em 2012, o volante  vivia grande fase e recebeu uma proposta de € 4 milhões da Fiorentina, da Itália. A diretoria do Timão recusou a oferta, mas se comprometeu a adquirir a parte dos direitos que pertencia aos agentes – 32,5% por € 1,9 milhão.

O volante, aliás, vem sendo um dos jogadores mais afetados pela crise financeira vivida pelo Corinthians. Ralf chegou a ter nove meses de direitos de imagem atrasados. O clube quitou cinco há três semanas e promete pagar os outros quatro, provavelmente, nos próximos dez dias.

– Rescisão da minha parte não. Eu tenho que dar espaço porque o Cristian tem treinado bem. Estou aqui para melhorar. Não tem nada certo. Não chegou nada concreto. Meu contrato vai até o final do ano. Quero respeitar o meu contrato – ressaltou o volante.

Contratado do Barueri em 2010, Ralf se transformou em um dos símbolos do “Corinthians operário” campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012 e é um dos ídolos da torcida pela garra que mostra nas partidas. Titular em boa parte de sua passagem pelo clube, o marcador marcou sete gols em 322 jogos com a camisa alvinegra.

*Com reportagem de Carlos Augusto Ferrari, Diego Ribeiro, Marcelo Hazan e Tomás Hammes

Fonte: Globo Esporte