O professor e advogado, Francisco José Garcia, coordenador do Núcleo de Justiça Animal da Universidade Federal da Paraíba, denunciou, neste sábado (18), que foram encontradas salsichas recheadas com cacos de vidros que tinha o objetivo de matar cães em situação de rua na cidade de Picuí, no Curimataú paraibano. A comida com vidro foi localizada ontem por uma cuidadora ao chegar para alimentar os animais que perambulam pela praça de eventos da cidade.

As pessoas que moram por alí e não gostam de animais se acham no direito de rechearem salsichas com vidro para provocar uma morte terrível a esses animais”, disse o advogado em vídeo no Instagram.

Francisco Garcia alerta que as pessoas as pessoas que promoverem ataques aos animais podem responder a processos e até mesmo serem presos.

Praticar maus tratos, maldades ou matar animais é crime tipificado na lei federal 1.605/98 com pena de até cinco anos de xilindró, de prisão. E não cabe fiança nas esfera administrativa”, explicou.

Com isso, o advogado recomenda que à população que não faça esse tipo de coisa com os animais.

Se você não gosta de animais, não maltrate e busque uma outra forma de auxliliar, divulgando esse animal nas redes sociais para ver se consegue alguma doação. Pedimos que quem ver alguém fazendo maldade animal que entre em contato conosco”, acrescentou.

Fonte: MaisPB

CONHEÇA NOSSA EQUIPE DE COLABORADORES