Eleição para conselheiros tutelares 2019, que se tornou uma “disputa política”

0

A eleição para a escolha dos novos conselheiros tutelares ocorreu no último domingo (6).

Quem foi votar viu que, infelizmente, a eleição para a escolha dos novos conselheiros tutelares perdeu totalmente foco da disputa, e passou a ser uma disputa política. Via-se que vários candidatos estavam sendo apoiados com influências de políticos A e B.

Acredita-se que não há problema o político A e B apoiar certo candidato a conselheiro tutelar. O problema de fato é o envolvimento, a intensidade que os políticos e seus correligionários tiveram sobre à pessoa que pretendia à vaga.

Era impossível não perceber o envolvimento de alguns candidatos a conselheiros tutelares se envolveram com políticos municipais para se beneficiar, ou seja, receber algum tipo de privilégio para obter votos de certos eleitores que tem mania de vender votos.

Infelizmente, a disputa de conselheiros tutelares tornou-se uma disputa política. Sabe-se que a compra de votos acontecem com frequência em época de eleição isso é fato. Mas agora, estão querendo misturar as coisas e envolver os candidatos a conselheiros tutelares a essa prática de compra de votos. Sabemos muito bem da competência de cada um, e não era necessário este tipo de prática.

Outra coisa na disputa era se o conselheiro apoiado por POLITICO (A), iria fazer mais votos do que o conselheiro apoiado por POLÍTICO (B). Sabemos que muitos candidatos são competentes para assumir o cargo de conselheiro, mas quando se mistura a lado partidário, perde-se um pouco da credibilidade. 

Uma opinião sobre a escolha de novos conselheiros tutelares: Deveria mudar a forma de escolha, poderia ser por exemplo por meio de processo seletivo, onde candidato a vaga faria uma prova (igual a concurso público) com validade de três anos de mandato, podendo renovar por mais três anos. Acredito que só assim, diminuiria essas “politicagens”. 

Thiago Souza

Share.

Comments are closed.